E QUAIS SÃO OS RISCOS DAS FRANQUIAS BARATAS?

frustrated, business, frustration-4201046.jpg

Compartilhe este post

      No último artigo, tratamos sobre as microfranquias, as quais muitas vezes nos atraem o olhar. O baixo investimento e o possível retorno financeiro considerável são passíveis de captar grande número de entusiastas, mas, durante todo o percurso, pode haver muita coisa que eles não explicam. Abrir um negócio de maneira segura significa conhecer os riscos envolvidos, então, caso for essa a sua vontade, siga no artigo!

         Quando o assunto é “microfranquias”, quais são os riscos envolvidos?

         A primeira coisa a se compreender é que uma microfranquia não tem o mesmo espaço no mercado que uma franquia já consagrada. A concorrência, dependendo do ramo da sua escolha, pode ser muito forte, exigindo de você uma postura um pouco mais cautelosa. A escolha do local deve ser muito bem pensada, pois o ideal nesse ramo é você conquistar o seu espaço aos poucos e atuar exatamente onde a grande franqueadora ainda não chegou. Para você que não tem outra opção de local a não ser um em que a concorrência já esteja instalada, seus serviços, nesse caso, devem se diferenciar, seja quanto ao produto, seja quanto ao atendimento ao cliente.

         Outro problema que você pode vir a ter é uma variação de vendas maior ou uma demanda inicialmente reduzida. Quando vamos comprar um produto, a maioria das vezes levamos em consideração o prestígio da marca da qual estamos comprando. Desse modo, como em uma microfranquia muitas vezes nos filiamos a uma empresa de menor expressão no mercado, pode ser que você precise conquistar esse prestígio por meio do seu próprio esforço. Além disso, você precisará saber lidar mais eficientemente com as variações de mercado, pois a sua empresa as sentirá mais fortemente.

         Para abrir qualquer empreendimento, é necessário que você tenha um mínimo de experiência, ou, na melhor das hipóteses, esteja bem assessorado. Para você iniciante no assunto, esse sistema pode muitas vezes te dar dor de cabeça, caso você não se adapte rápido. Mas, em resumo, o que podemos aconselhar a você, empresário(a), é: realize tudo com um planejamento prévio. No mais, para esse e mais conteúdos, acesse a nossa página e fique ligado nos artigos futuros.

 

Equipe LCA Advogados

Se inscreva em nossa Newslatter

Fique atualizado e por dentro de tudo que acontece no direito

Outras postagens

GOLPE DO FALSO LEILÃO: o golpe que pode tirar dezenas de milhares de reais de você

O golpe do falso leilão é uma forma de fraude que tem como objetivo roubar dinheiro de indivíduos e empresas, se passando por organizadores de leilões. Neste golpe, os criminosos anunciam leilões fictícios, geralmente de bens muito valiosos, como imóveis, carros, obras de arte, entre outros, e convidam as vítimas a participar. Os criminosos criam

handshake, agreement, trade-3100563.jpg
Direito Digital

GOLPE DO FALSO EMPRÉSTIMO: o golpe que já vitima milhares de brasileiros por dia

O golpe do falso empréstimo é uma forma de fraude que tem como objetivo roubar dinheiro de indivíduos e empresas, se passando por instituições financeiras ou empresas de empréstimo. Neste golpe, os criminosos entram em contato com as vítimas através de ligações telefônicas, e-mails ou mensagens de texto, oferecendo empréstimos com taxas de juros baixas

Scroll to Top
Rolar para cima